Categories
DICAS

Confira o que considerar ao escolher os melhores juices (e-liquid)!

Se você está embarcando agora na crescente onda do vapor, certamente já se perguntou quais seriam os melhores juices (e-liquid) para experimentar. Afinal, a prática não envolve apenas o velho hábito de tragar como um cigarro tradicional (no vapor, chamamos esse estilo de MTL ou Mouth to Lung. Em português claro, “da Boca para o Pulmão”). Há sensações e prazeres muito maiores nessa nova tendência, e uma infinidade de possibilidades de curtir o ato de vaporar.

Como bons especialistas no assunto e sempre dispostos a trazer dicas em primeira mão, nós resolvemos preparar este post com algumas sugestões e conselhos importantes na hora de escolher e comprar seus juices (e-liquid). Bora conferir?

Juices nacionais ou importados?

Já foi o tempo em que os vapers brasileiros precisavam recorrer a juices e e-liquids importados para vaporar com mais qualidade. Hoje, já há fabricantes de altíssimo nível em território tupiniquim, e não faltam boas opções de sabores e produtos de muita referência.

Além disso, comprar juices nacionais contribui diretamente com a economia do país e, claro, com o seu bolso, tendo em vista que os preços são muito mais baixos e que em poucos dias você já recebe em casa.

Quanto tempo vai durar?

Essa é outra questão importante na hora de escolher o juice ideal. Na verdade, tudo vai depender da frequência com a qual você costuma vaporar e do consumo do produto. É difícil comparar, por exemplo, com cigarros tradicionais, no qual a conta é mais fácil de fazer, já que os maços vêm com unidades de 20 peças, enquanto os juices são líquidos, entendeu?

Mas em uma conta média, 2 frascos de 30ml de e-liquids são suficientes para uma semana inteira, com uma frequência boa de vaporizações diárias.

Quais os melhores ingredientes?

Se você já pesquisou em uma loja especializada, certamente se surpreendeu com a variedade de aromas e sabores dos juices. O legal disso é que dá para “testar” e experimentar vários tipos a cada semana. Ah, ainda rola preparar o próprio e-liquid no estilo DIY e descobrir essências exclusivas, o que seria impossível com um cigarro convencional.

Então, não dá pra indicar quais são os melhores juices (e-liquid) por sabor, certo? Vamos lá! De fato, é você quem deve decidir e experimentar as opções disponíveis até encontrar o que mais se adapta ao seu paladar. O lance mais importante nesse quesito é saber escolher e dar preferência sempre a ingredientes premium que, indiscutivelmente, superam a qualidade em tudo dos demais líquidos.  A grosso modo, podemos segregar em categorias de juices, como: Frutados, mentolados, sobremesas, atabacados, bebidas, doces, chás, florais, etc…

O que devemos evitar?

Bom amigo(a), vape é redução de danos! Já tem estudo sobre o assunto e chegaram a conclusão que vaporar é 95% menos prejudicial do que o cigarro tradicional. Isso se levar em conta os eliquids com a composição segura (Glicerina Vegetal USP, Propilenoglicol USP, Aroma e nicotina).

Mas, infelizmente, a maioria da marcas importadas e algumas das nacionais utilizam aditivos prejudiciais na composição do juices. Vamos então ao que pode gerar problemas à saúde.

Sucralose: O adoçante sucralose pode produzir produtos químicos tóxicos. A quebra do adoçante sintético produz organoclorados nocivos e aumenta a quantidade de aldeídos tóxicos. Fonte

Resumindo, a sucralose é melhor no seu cafezinho diário do que inalar. Evite isso no seu pulmão, blza?

  • Cuidado, a maioria das marcas utilizam sucralose para deixar o juice bem docinho e com aquele gosto residual na boca!
  • Infelizmente, a maioria das marcas não informam esse aditivo prejudicial no rótulo.
  • Sucralose deixa muito mais gunk (sujo / carvão) nas coils. Ex: Vide imagem do post.

Diacetil: A bronquiolite obliterante é uma doença pulmonar desenvolvida através da exposição ao diacetil. O diacetil é responsável pelo aroma e pelo sabor de alguns eliquids como: Pipoca, amanteigados e cremes. Quer se informar melhor e conhecer mais sobre essa doença, basta pesquisar no google por “pulmão de pipoca”. Fonte

  • Evite juices com esses tipos de aromas citados acima.
  • Assim como a sucralose, a maioria das marcas não informam nos rótulos… absurdo, não?

Zero nicotina ou com algum teor de nic?

Outra vantagem dos e-liquids é a possibilidade de vaporar sem a interferência da nicotina. Afinal, é o componente que mais causa dependência ao usuário. Por outro lado, quem sentir falta também pode equilibrar os níveis da substância, o que ajuda, por exemplo, a eliminar aos poucos o vício e chegar a um patamar em que você poderá apenas curtir o vapor, sem maiores problemas para a saúde. Saiba que, na comunidade vape, a sigla 0mg siginifica não ter nicotina. Porém, acima disso, 3mg, 6mg, ou maior, terá nicotina e você deve estar atento à isso se não for dependente. Falaremos melhor sobre o assunto num outro post, em breve.

Enfim, essas são algumas dicas na hora de escolher os melhores juices (e-liquid) para vaporar. Lembre-se sempre de optar por lojas especializadas e produtos de alta qualidade, para não colocar a saúde em risco e, claro, aproveitar ao máximo das suas sessões no vapor.

Curtiu? Quer saber onde encontrar os melhores juices e a maior variedade nacional de e-liquids Premium? Então, acesse no nosso catálogo e experimente a melhor sensação de vapor disponível no Brasil, com segurança, qualidade e custo-benefício!

Leave a Reply

Your email address will not be published.