Categories
DICAS JUICE

Juices – Clone, pirataria e comercialização.

E aí galera, beleza! Hoje nosso encontro é para falar sobre Juices Clones, Piratas e Segurança (o mais importante).

Hoje, tanto no Mercado Nacional quanto no Internacional nos oferece uma gama, um cardápio muito grande de sabores e teores de nicotina diferentes. A questão é: Por quanto esse produto chega para o cliente final? Para você, aí na sua casa? Talvez na inocência, na ingenuidade ou pela falta de conhecimento, alguns vendedores se aproveitam indicando o que chamam de Clone, quando na realidade é uma Pirataria. Um produto que tenta se passar pelo original, imitando não somente o sabor, mas também o aspecto físico na Embalagem e no Rótulo.

O que devemos ter em mente e deixar bem claro, é que um produto pirata, que tenta se passar por outro não deveria ser chamado de clone, pois na minha humilde opinião, clone é algo que eu tento reproduzir em casa, no trabalho, aonde eu tiver a disponibilidade de espaço e armazenamento. Eu me baseio em algo já existente e fabrico uma cópia exata ou mais próxima possível para o meu consumo, o até mesmo de terceiros, porém não sendo comercializados, caso sim, avisando a quem está comprando e/ou consumindo, que é um produto baseado no original porém com rótulo diferente, com embalagem diferente, ou até mesmo sem nada, isso é um clone! Agora, desde o momento que eu faço uma rotulagem igual ao original, utilizando até o mesmo estilo de fonte de letras e tonalidade de cores, é pirataria! Quando vendido como original, pior ainda! Falta informações de origem, quem fez e como fez. Enfim, colocam em risco a sua segurança, que deveria ser a primeira coisa a se pensar! Seja em Líquidos, Aparelhos, Baterias, Vape… O assunto não é brincadeira! Você deve saber exatamente o que está manuseando e o que está consumindo, colocando para dentro do seu corpo, do seu organismo.

Cada marca tem uma identidade, algumas até tem um amplo cardápio, mas ainda assim mantém uma certa assinatura, digamos. A própria Saci Vape é uma delas, com uma política de não adoçar exageradamente seus líquidos e preservar suas Coils. A vantagem dos líquidos nacionais é que seus representantes por estarem aqui, se tornam de fácil acesso para o contato e um feedback da galera. Coisa que, num fabricante de Juice pirata você não tem tal resguardo, mais é claro que também temos marcas nacionais que deixam muito a desejar no seu jeito de produção, manuseio e armazenamento, sim infelizmente. Juices armazenados em tonéis reutilizáveis, provenientes de produtos até mesmo químicos. Então, mediante a tudo isso, o que devo fazer Mariano? Em quem eu devo confiar?

Eu acredito que a credibilidade fala por si, quanto tempo essa marca está no mercado, tudo isso influencia para que ela permaneça, algumas simplesmente aparecem e somem do nada. Não se tem uma referência, assim como a experiência pessoal conta muito o famoso boca a boca afinal não custa nada perguntar se alguém já provou tal marca, tal líquido, se é bom, se é de boa procedência. Gosto pessoal, paladar, aí já são outros 500 (risos).
Deixando bem claro que eu não sou contra fabricação de Juices Clones, sou contra a comercialização, ainda mais quando tentando se passar pelo produto original, e sendo clone de um Original não me passa uma credibilidade, nem tão pouco segurança. Preço não deveria ser a primeira coisa a ser levada em consideração, é claro que cada um de nós tem uma realidade financeira diferente. Entretanto eu te pergunto: Quanto vale a sua saúde? Afinal de contas, o Vape é uma forma de Redução de Danos! Não é mesmo? Então, depois dessa breve reflexão eu me despeço de vocês, e com a esperança de nos encontrarmos novamente mais vezes aqui nesse humilde Blog, mas que tenho certeza que vai lhe ajudar muito. Espero que você seja feliz em suas escolhas, porque são as suas escolhas de hoje que irão refletir nas consequências de amanhã!
Um abraço e até a próxima, bom Vapor!

Leave a Reply

Your email address will not be published.