Categories
DICAS JUICE OUTROS VAPE

Freebase ou NicSalt: Existe melhor?

Entenda as diferenças entre elas e saiba qual será a melhor opção para a sua necessidade / saciedade.

Entenda as diferenças entre elas e saiba qual será a melhor opção para a sua necessidade / saciedade.

Vamos partir do princípio que você é ex-fumante e realmente é dependente da nicotina. Lembre-se que essa substancia é altamente tóxica e pode torna-lo dependente. De forma alguma você deve escolher juices com nicotina se você não é um ex-fumante de cigarro tradicional ou derivados do tabaco. Se você entrou na nicotina via juices para vape, saiba que você fez uma burrice. Fez merda mesmo! Tente imediatamente parar de usar juices diferente de 0mg. 0mg é a sigla utilizada para informar que o juice que não contém nicotina! O vape foi criado para saciar o vício da nicotina presente no tabaco (cigarro / narguilé). Para saciar o hábito apenas, escolha 0mg. Bem simples, não?

Cada um faz o que quer da vida, temos o livre arbítrio, certo? Toda essa bronca acima é apenas para o seu bem. E nós do vapor, somos uma comunidade da paz, que almeja alertar diretrizes corretas, verídicas e científicas para a redução de danos.

Resumindo, sim! O vape é muito menos prejudicial se comparado ao cigarro tradicional. 95% menos!!!

Bom, agora vamos destrinchar o assunto do título.

O QUE É NICOTINA FREEBASE (BASE LIVRE)?

A nicotina em seu juice de vapor com a qual você está familiarizado é algo chamado de nicotina de base livre. É um método que as indústrias de tabaco utilizam desde os anos 60.

Freebase significa que a nicotina está em sua forma mais pura em comparação com os outros derivados da nicotina. Por sua vez, a nicotina é muito mais potente quando aquecida e pode ser absorvida muito mais rapidamente nos pulmões e no cérebro.

Esse método foi descoberto na década de 1960 pela Phillip Morris, a empresa dona da Marlboro. O que eles descobriram é que, se manipularem os níveis de pH da nicotina, isso pode dar mais força do que os cigarros anteriores da década de 1950, sem aumentar a dose, tornando os cigarros Marlboro mais viciantes. Este foi um grande avanço para a Marlboro e eles desfrutaram dessa vantagem competitiva por anos, ao se tornarem uma das marcas mais populares de cigarros viciantes do mundo.

A QUÍMICA POR TRÁS DISSO

Para entender o que é o sal de nicotina, é importante entender como a nicotina de base livre funciona. Prestes a começar a ciência aqui, então tenha paciência comigo.

A nicotina nas folhas do tabaco tem a composição química de um sal. Um sal é formado por uma reação química que possui carga positiva (ácido) e carga negativa (base).

A natureza química da nicotina é uma base fraca e composta de partículas carregadas negativamente. Como base, busca-se encontrar partículas carregadas positivamente (prótons) para encontrar estabilidade e se tornar ionizado. A nicotina nas folhas ou íons do tabaco não é a maneira mais eficaz de fornecer nicotina ao nosso corpo porque os íons têm mais dificuldade de se mover através das membranas orgânicas e não são facilmente vaporizados.

É aqui que entra o freebasing. Phillip Morris descobriu que se a nicotina foi desprotonada via amônia ) ou para remover sua carga positiva, ela pode voltar ao seu estado livre, onde será muito mais fácil viajar através das membranas de nossos corpos . Em suma, a nicotina em sua forma de base livre a torna mais biodisponível para seus pulmões e para seu cérebro, o que a torna mais potente.

Phillip Morris descobriu que impregnar o tabaco com um sal como o fosfato diamônico libera amônio quando o cigarro é queimado, liberando assim a nicotina na forma de base livre.

Se a nicotina de base livre é mais potente, então por que os fumantes estão adentrando para os sais de nicotina?

O QUE É NICSALT (SAIS DE NICOTINA)?

O sal de nicotina, como explicamos acima, é o estado natural em que a nicotina se encontra nas folhas de tabaco.

Também mencionamos que o sal de nicotina é muito mais estável e não tão volátil quanto a forma de base livre. Os sais também levam à temperaturas mais altas para vaporizar e os íons não viajam facilmente para os receptores de nicotina em seu corpo.

Para simplificar, não é a maneira mais eficaz de fornecer nicotina ao corpo em comparação com a forma de base livre desprotonada.

Então, do que se trata toda essa mania?

Segundo a Pax labs (empresa que desenvolveu o ecig Juul) , o inovador deste novo método de vaporização encontrou uma maneira de usar o sal de nicotina como um meio de tornar 50 mg de nicotina palatável, tornando-a mais biodisponível do que o que temos atualmente no mercado de vaporização. O objetivo deles era imitar a sensação de fumar um cigarro o mais próximo possível e, até agora, parece que está funcionando.

Como isso é possível? Muitos de vocês provavelmente estão um pouco confusos agora. O ingrediente secreto que faz toda a mágica acontecer está no uso do ácido benzóico. O ácido benzóico tem dois objetivos principais:

  1. Ajuda o sal de nicotina a vaporizar a temperaturas mais baixas, bem como reduz os níveis de pH na nicotina do sal, o que resulta em um golpe mais suave na garganta.
  2. Ocorre uma reação química que torna a nicotina mais absorvível como a nicotina de base livre.

O que isto significa é que pode vaporizar confortavelmente com níveis elevados de nicotina, como 50 mg, e também torna mais fácil para o seu corpo absorver a nicotina, contrariamente à natureza dos sais nic. Parece com a patente de Pax que só funciona em formulações específicas de nicotina de sal com certos tipos de ácidos. Como você pode ver no gráfico fornecido pelos laboratórios PAX, o nicsalt pode ajudá-lo a lidar com seus desejos de forma mais eficaz do que os juices de vapor freebase.

Se você olhar as linhas roxa e verde acima, a quantidade de nicotina absorvida na corrente sanguínea é comparável a fumar um cigarro e pode fornecer maior satisfação com a nicotina do que os e-líquidos freebase do mercado.

QUAL É A DIFERENÇA ENTRE A NICOTINA FREEBASE E O NICSALT?

De uma perspectiva de vaporização, a diferença entre a nicotina de base livre (FREEBASE) e o sal de nicotina (NICSALT) é uma questão de como isso afeta sua experiência de vaporização.

Uma diferença notável é a aspereza induzida por níveis mais elevados de nicotina. A nicotina de base livre tem um nível de pH mais alto que afeta a alcalinidade. O que isso faz é tornar o sabor do e-líquido freebase mais severo conforme você sobe na escada da nicotina. Ao passo que a Nicsalt tem uma alcalinidade mais baixa devido ao ácido benzóico, que dá um golpe na garganta supostamente mais suave e torna suportável a vaporização com 50 mg de nicotina.

A segunda diferença é como os dois viajam pelo seu corpo. Embora os sais de nicotina não sejam a forma mais eficaz de fornecer nicotina, a Pax Labs supostamente descobriu uma maneira de torná-la mais eficaz do que a nicotina freebase. Isso se deve ao ácido benzóico adicionado ao sal de nicotina, pois a nicotina se torna muito mais prontamente disponível e mais eficaz do que os e-líquidos tradicionais de base livre.

QUAL DISPOSITIVO USAR PARA JUICES NICSALTS?

Uma coisa a ter em mente é que os e-líquidos de NICSALT operam em dispositivos de baixa potência. É altamente recomendável evitar o uso de dispositivos de alta potência (high powered) para vaporizar nicsalt. Usar sub-ohms para vaporizar nicsalt em níveis de nicotina de 25mg à 50 mg (por exemplo) lhe dará quantidades excessivas de nicotina e seria bastante DESAGRADÁVEL.

Como afirmamos acima, os nicsalts são projetados para serem usados ​​em dispositivos de baixa potência (ATOMIZADORES MTL E OU POD SYSTEMS) devido à maior quantidade de nicotina absorvida, bem como não precisam vaporizar em temperaturas mais altas.

Não são apenas dispositivos pequenos e elegantes, a maioria dos dispositivos de baixa potência são autofire, o que significa que você só obtém vapor quando inala. Isso o torna um dispositivo fácil de usar para qualquer fumante que é novo no vapor, sem o investimento em descobrir como todos os dispositivos atuais funcionam.

Os dispositivos de baixa potência e alta resistência que estão atualmente no mercado vêm com duas opções disponíveis:

  1. Sistema aberto – você pode recarregar manualmente comprando juices com nicsalt.
  2. Sistema fechado – você pode comprar cartuchos / cápsulas que contêm e-líquido dentro.

Nota adicional: você também pode considerar a obtenção de níveis mais baixos de nicotina, como 3 mg e 6 mg na forma de nicsalt, para o seu dispositivo de sub-ohm. Na medida em que é mais eficaz na distribuição de nicotina do que a nicotina freebase, como informa o laboratório PAX em seu estudo, ainda em debate.  O que você pode notar é um impacto mais suave na garganta do que os juices de base livre (freebase).

BENEFÍCIOS DO NICSALT

  • Dispositivo amigável – É fácil de usar e sem complicações. Não somente, ele cabe (tamanho) no seu bolso. Se você não gosta de vapor enorme, então nicsalt pode ser ideal pra você.
  • Níveis mais elevados de nicotina – Este é um grande passo para a comunidade vaping, já que os níveis mais elevados de nicotina e o aumento instantâneo dos sais de nicotina ajudarão imensamente a parar de fumar.       
  • Sabor mais suave e menos picante – o nicsalt pode criar uma melhor experiência de vaporização em geral para aqueles que desejam vaporizar com níveis mais elevados de nicotina. O golpe na garganta não será tão forte em comparação com a nicotina freebase nos mesmos níveis.
  • Menor consumo de juices – Por causa dos altos níveis de nicotina e rápida absorção, você não precisará consumir tanto e-juice. Menos produção de vapor é necessária e pode ser uma grande vantagem para alguém que está procurando um dispositivo mais discreto que funcione melhor para sua satisfação com a nicotina.
  • Vida útil mais longa – Devido ao sal de nicotina estar em seu estado natural, é mais estável e menos propenso a oxidar rapidamente.

O NICSALT É PIOR?

Ótima pergunta! Um dos principais ingredientes, a nicotina, é altamente viciante. E os NICSALTS têm uma quantidade maior de nicotina do que o vapor FREEBASE. Tornando a possibilidade de aumento da dependência da nicotina num desagradável casamento se as devidas precauções não forem tomadas. (Frequência de uso / excesso de mg por puff)

Outro ingrediente do nicsalt, o ácido benzóico, ainda está em revisão para determinar sua toxicidade. Estudos relataram que, uma vez que o ácido benzóico é inalado, causa tosse. Algumas pessoas também são alérgicas a esse ingrediente, o que também causa preocupação. (eu mesmo, saci, tenho essa alergia).

Vapers acostumados com as duas versões de nicotina possuem um certo consenso sobre o assunto. Para largar do fedido (cigarro) e não voltar mais, o nicsalt é mais usual nesse processo de desmame.

Porém, ao sentir que está livre do cigarro tradicional e já se acostumou com o vapor, tente migrar e faça esse esforço o quanto antes para juices freebase. Nem que seja nas versões de 9 mg e 12 mg, utilizados em pod systems e atomizadores MTL. O objetivo final é zerar a nicotina, concordam? A nicotina freebase com certeza te ajudará nesse aspecto. Ponto positivo para a nicotina freebase.

OPINIÃO PESSOAL DO SACI

Minha saída do tabagismo teria sido muito mais fácil se o nicsalt fosse uma opção anos atrás. Eu mesclava bastante entre fumar e vaporar. Sempre ficava com aquela sensação de meia saciedade.

Contudo….

Gostaria eu naquela época conhecer mais sobre o assunto como atualmente e ter migrado numa tacada só para juices freebase com alto teor de nicotina. A saciedade encontrada em juices freebase de 9mg, 12mg ou até mesmo de 18mg é mais que suficiente para quem deseja parar de fumar. A junção de podsystem ou atomizadores MTL com juices freebase é algo ímpar. Você não fica vidrado (não conheço adjetivo melhor) em nicsalt e consequentemente satisfaz o vício de uma forma menos agressiva.

Sim, eu considero nicsalt absurdamente agressivo e viciante se o objetivo final for se livrar do vício da nicotina.

Como a opinião é pessoal nesse tópico em específico, minha preferencia são juices Freebase de 9mg à 12mg em atomizador MTL. O ponto de equilíbrio nessa união é fantástica.

Ponto de equilíbrio do SACI:
– Qualquer MOD pequeno e regulável.
– Atomizador MTL (foto).
– Single Coil artesanal MTL (1 Ohm).
– Juices Freebase entre 9mg e 12mg.

Finalizando essa bíblia, rs… Não fume! Vapore!

Mas lembre-se sempre:

Saudável mesmo é o oxigênio que respiramos! ok?

Deixe-nos saber nos comentários se você tiver alguma dúvida ou se gostaria de compartilhar suas experiências com o nicsalt. E sinta-se à vontade para navegar em nossa coleção de juices nicsalt de dar água na boca!

Referências:

https://www.ruthlessvapor.com/

https://www.pax.com/

https://vaping360.com

Oyabum vapor & flavor

Obs: Achou algum erro no post? Discorda de algo? Nos ajude enviando um email para support@sacivape.com

4 replies on “Freebase ou NicSalt: Existe melhor?”

Iniciei meu processo de migração com nicsalt e realmente é muito agressivo . Hoje uso apenas Free base 6mg e sinto que já está ficando forte para meu organismo oi seja , hora de baixar para 3mg .
Realmente o ponto negativo é o consumo porém já existem lojas online que vendem kits para quem deseja iniciar a fabricação dos próprios Juice eve nessa que eu vou . Forte abraço ótima matéria !

Olá Enzo, obrigado pela contribuição! Faz bem em migrar de nicsalt para freebase! O objetivo é zerar. 3mg já está bem perto disso. Ao fazer o DIY tome os devidos cuidados, principalmente com a nicotina altamente concentrada. Um abraço!

[…] A nicotina lhe dará a sensação saciedade (dependentes) e de golpe na garganta, além da PG. A nicotina está disponível em várias taxas, para atender a cada tipo de ex-fumante (cada um tem seu próprio padrão de vício). Exemplo: O padrão no aparelho de vape é de 3mg de nicotina freebase. Já no Pod System é de 35mg de nicotina Nicsalt. Temos um post diferenciando-as. […]

Leave a Reply to Enzo Cancel reply

Your email address will not be published.